Bandido que assaltou sobaria no Taquarussu morre após perseguição e troca de tiros com o Choque

Bandido que assaltou sobaria no Taquarussu morre após perseguição e troca de tiros com o Choque

13/05/2018 0 Por Humberto Marques
Criminosos seriam de Alto Araguaia (MT) e chegaram à lanchonete em motocicleta, levando dali uma caminhonete e celulares. Avistado pelo Batalhão de Choque, condutor fugiu pela BR-060 e colidiu contra uma árvore; houve troca de tiros e o autor foi atingido.

Um assaltante morreu durante tentativa de fuga após o roubo a uma caminhonete no bairro Taquarussu –na região do Anhanduizinho, em Campo Grande. As vítimas foram abordadas em uma sobaria por dois bandidos que, com o veículo, foram perseguidos pelo Batalhão de Choque da Polícia Militar pela BR-060, rumo a Sidrolândia.

Segundo informações dos policiais militares, o assalto ocorreu na madrugada de sábado (12), quando os criminosos, em posse de uma arma de fogo e em uma motocicleta, invadiram o restaurante e renderam todos os clientes. Eles levaram telefones celulares e uma caminhonete Chevrolet S-10 branca.

O fato foi notificado às autoridades e a equipe do Choque, em diligências, avistou a caminhonete roubada, circulando com os faróis apagados, na região da saída para Sidrolândia. Os ocupantes do veículo receberam ordem de parada, mas o condutor decidiu acelerar e, em alta velocidade, invadiu a 060.

Durante a perseguição, o motorista da caminhonete roubada efetuou disparos contra as autoridades, que revidaram. Próximo a uma curva, o veículo perseguido perdeu o controle e colidiu contra uma árvore.

Os PMs se aproximaram e, então, o autor, ainda armado, fez novos disparos. Houve troca de tiros, e o criminoso acabou atingido, conforme relatou a equipe do Choque. Encaminhado para o Hospital Regional, o assaltante não resistiu.


Com os assaltantes –que não tiveram os nomes divulgados, mas que, conforme a PM, são de Alto Araguaia (MT)– foram encontrados uma pistola Taurus 940 calibre .40, com brasão da Polícia Civil de Mato Grosso, além de um carregador e três munições. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga.