Fiscalização do trânsito no Carnaval usa até drones e autuações de pessoas alcoolizadas crescem 372%

Fiscalização do trânsito no Carnaval usa até drones e autuações de pessoas alcoolizadas crescem 372%

07/03/2019 0 Por Humberto Marques

Operação realizada pelo BPTran entre 1º e 5 de março flagrou 160 pessoas conduzindo sob influência de álcool, quase 4 vezes mais que o registrado em 2018

O número de autuações de pessoas dirigindo alcoolizadas aumentou significativamente em Campo Grande durante a operação Carnaval 2019, em relação ao ano mesmo período de 2018. Conforme dados do BPTran (Batalhão de Polícia Militar de Trânsito), de sexta-feira (1º) até terça (5), 160 pessoas foram flagradas conduzindo veículos sob influência de álcool, o que representa crescimento de 372%, ou seja, quatro vezes mais se comparado com o ano passado –quando foram flagrados 43 condutores cometendo o mesmo ato no mesmo período.

As ações também resultaram na prisão em flagrante de 21 condutores por embriaguez. Nestes casos às pessoas apresentaram índices superiores a 0,33 miligramas de álcool por litro de ar expelido no bafômetro.

O comandante do BPTran, o tenente-coronel Franco Alan, atribui esse aumento a intensificação das fiscalizações, com a destinação de uma equipe para fiscalizar somente a lei seca e a utilização de drones, que ajudaram a flagrar a conduta irregular.

“Essa ferramenta auxiliou na percepção de infratores, de modo a visualizar do alto a condução anormal e arriscada de condutores, equipes então eram informadas e procediam com as abordagens, confirmando a embriaguez, além de demais infrações praticadas”, explicou o tenente-coronel.

Carnaval registrou menor número de acidentes e nenhuma morte no trânsito da cidade

Ações da PM flagraram mais pessoas bêbadas ao volante, mas violência no trânsito foi menor no Carnaval. (Foto: PMMS/Divulgação)

Ações da PM flagraram mais pessoas bêbadas ao volante, mas violência no trânsito foi menor no Carnaval. (Foto: PMMS/Divulgação)


Já quanto aos acidentes durante o Carnaval houve 65 ocorrências com vítimas, mas nenhum com morte. Esse número é 15% menor se comparado com 2018. Somando todas as irregularidades durante os cinco dias de folia 482 notificações foram aplicadas, o que significa um crescimento de 27% do que foi registrado no ano passado.

“Esse aumento não quer dizer que os condutores da Capital não estão mudando sua conduta, é que neste ano exclusivamente houve um aumento na fiscalização”, pontou Franco Alan. Segundo dados do Batalhão de Trânsito, neste período de Carnaval, foram realizadas 12 operações, resultando na abordagem de 1.362 pessoas e 1.170 veículos. No total 546 testes de bafômetro feitos, 59 veículos e 106 Carteira de Habitação (CNHs) recolhidas pela polícia.

As ações do batalhão também contaram com o apoio dos agentes de fiscalização do Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

(Da assessoria)