Mulher morre após ser arremessada 20 metros em atropelamento na Xavantes

Mulher morre após ser arremessada 20 metros em atropelamento na Xavantes

23/04/2018 0 Por Humberto Marques

Acidente em via do Tijuca, em Campo Grande, ocorreu por volta das 19h30 de sábado (21). Vítima chegou a ser socorrida e levada para a Santa Casa, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu horas depois.

Uma mulher de 60 anos morreu no fim da noite de sábado (21) ao ser atropelada na rua Xavantes, no Jardim Tijuca –na região do Lagoa, em Campo Grande. Maria Cecília da Silva Batista foi vítima do acidente de trânsito no cruzamento com rua Piassanguaba, a duas quadras da rua Dinamarca, por volta das 19h30. Com o choque, ela foi arremessada a cerca de 20 metros do local da colisão.

Segundo informações do registro policial, um filho da vítima disse que a mulher seguia a pé até a casa de um parente quando, ao atravessar a via, foi atingida por um automóvel Ford Fiesta (preto). Com a força do impacto, Maria foi arremessada.

A mulher sofreu vários ferimentos e chegou a ser socorrida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e encaminhada à Santa Casa de Campo Grande, vindo a falecer por volta da 23h30 daquela noite.

O condutor do automóvel permaneceu no local durante os atendimentos, prestando informações às autoridades de trânsito. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga.

A Xavantes é uma via paralela à avenida Gunter Hans, que corta o Tijuca rumo ao São Jorge da Lagoa –mudando de nome para Itaporã na altura da rua Dinamarca–, sendo preferencial em grande parte do seu trajeto e comumente usada como rota alternativa por quem pretende fugir do tráfego pesado e como via do transporte coletivo. Relatos sobre acidentes de trânsito são comuns por moradores.