Suspeito de cometer roubos com arma falsa morre em confronto com a PM no Portal Caiobá

Suspeito de cometer roubos com arma falsa morre em confronto com a PM no Portal Caiobá

25/01/2019 0 Por Humberto Marques

Márcio Marcelo Vieira Costa era foragido do sistema prisional e teria roubado uma moto no São Jorge da Lagoa e, depois, assaltado uma sorveteria na Coophavila 2.

Foragido do sistema prisional estadual e suspeito de cometer uma série de roubos com o uso de uma arma falsa na região do Lagoa, em Campo Grande, Márcio Marcelo Vieira Costa, 24, morreu na noite de quarta-feira (24) durante confronto com a Polícia Militar na rua Nova América, no Portal Caiobá –também no Lagoa. Os fatos ocorreram por volta das 21h, segundo das autoridades.

O boletim de ocorrência narra que, por volta das 20h30, uma vítima deixava o açougue em que trabalha no cruzamento das ruas Polônia e Fátima do Sul –prolongamento da rua Souto Maior–, no São Jorge da Lagoa (Lagoa), quando o suspeito armado o surpreendeu e exigiu que entregasse a moto. Costa teria deixado o local levando a Honda CG Titan 150cc da vítima.

Em rondas para localizar o autor, a PM recebeu a informação de que um suspeito com as mesmas características cometeu outro roubo na sorveteria localizada no cruzamento das ruas do Recife com da Península (outro nome da rua Fátima do Sul, no trecho da Coophavila 2).

Com base em informações sobre roubos anteriores na região, os policiais seguiram até uma residência na rua Nova América, no Portal Caiobá, onde vive o suspeito. Lá, uma moto semelhante à que foi roubada na rua Polônia foi localizada e, quando os policiais se preparavam para entrar no imóvel, o suspeito saiu e, sem obedecer a ordem de abordagem, sacou uma arma.

Em meio ao confronto com a PM, Márcio foi atingido com dois tiros no abdômen. Ele foi socorrido e levado ao Hospital Regional, mas não resistiu. Após o baleamento, constatou-se que a arma que ele levava era de brinquedo. Na casa, foram encontrados dois celulares e dinheiro –as vítimas reconheceram objetos roubados pelo suspeito, que também era foragido do sistema penal.